[ RESENHA ] EXORCISMO DE THOMAS B. ALLEN

00:27

É real ou não uma possessão?

 Thomas B. Allen nos apresenta um relato real de uma possessão nos Estados Unidos, em Exorcismo navegamos em um documentário dos padres que participaram do exorcismo de um garoto, o diário relata tudo que aconteceu e o mais incrível ainda é que o filme Exorcista foi baseado nele. Confira a resenha a seguir.


Exorcismo
Título: Exorcismo
Autor: Thomas B. Allen
Ano: 2016
Páginas: 254
Editora: DarkSide® Books
SINOPSE: Se a ficção consegue ser tão assustadora, imagine o poder contido na história real? Muitos não sabem, mas a obra-prima de W. Peter Blatty, O Exorcista, não se trata de uma invenção. Ela foi inspirada num fenômeno ainda mais sombrio, desses que a ciência não consegue explicar: um exorcismo de verdade. A história real aconteceu em 1949, e você pode conhecê-la — se tiver coragem! — no livro EXORCISMO, do jornalista Thomas B. Allen, lançamento da DarkSide Books em 2016. Exorcismo narra em detalhes os fatos que aconteceram com Robert Mannheim, um jovem norte-americano de 14 anos que gostava de brincar com sua tábua ouija, presente que ganhou de uma tia que achava ser possível se comunicar com os mortos. Thomas B. Allen contou com uma santa contribuição para a pesquisa do seu trabalho. Ele teve acesso ao diário de um padre jesuíta que auxiliou o exorcista Bowdern. Como resultado, seu livro é considerado o mais completo relato de um exorcismo pela Igreja Católica desde a Idade Média. Os investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren definiram a obra de Thomas B. Allen como “um documento fascinante e imparcial sobre a luta diária entre o bem e o mal”

   Quando me deparei com esse livro as expectativas estavam altas pelo enredo marcante que é um exorcismo real, mas assim que comecei vi que a coisa é mais em baixo, sempre vemos só o lado da pessoa possuída, mas como seria ver a perspectiva dos padres? Aqueles que tem a fé inabalável e coração puro para realizar a expulsão de um demônio. Seria cansativo? Sim, não nego que toda a burocracia foi exaustiva na leitura, se eu mesma lendo fiquei cansada, imagina aqueles que o fizeram. 


  Não é simplesmente ir e tirar os demônios, como todos os outros sistemas que conhecemos, a própria igreja tem o seu, e são vários escalões para finalmente a autorização chegar, durante esse tempo temos documentado cada sessão de orações, água benta e objetos sagrados da igreja católica.
  Robbie sofria a cada vez que o demônio o possuía, começou com apenas alguns barulhos no quarto, arranhões em seu corpo, até finalmente algo entrar dentro de si e possuir sua alma, foi um sofrimento agonizante ler nas páginas do diário o que a criança passava, é de mais para apenas um garoto de 14 anos que estava acostumado a jogar bola, para depois ser usado como tabuleiro Ouija, com cortes e arranhões marcando seu corpo.
  A busca incessante para expulsar aquele ser foi algo demorado, repleto de tensão e acima de tudo fé, não tenho como ver os padres agora sem a admirável confiança a Deus que eles tem, cada passo, cada tentação, o cansaço de sessões intermináveis de orações, bençãos e missas, a fé inabalável que tudo seria resolvido moveu a todos, principalmente Bowdern que executou todo o exorcismo, cada linha daquele diário mostrava o esforço físico e espiritual deste homem santo, você não imagina o que passou para finalmente dar paz a criança.
  Não posso comentar muita coisa, pois seriam considerados spoilers, mas acredite, cada página vale a pena ser lida, não apenas por aqueles que seguem uma especifica religião, mas sim a todos que acreditam que a fé move montanhas e expulsam demônios, aqui o diabo invadiu uma alma pura, um ser que não conseguia se defender. Uma criança sofrendo, uma família marcada e um a força de uma igreja que acredita em Deus e consequentemente na maldade do diabo.
   Mas a real intenção de toda essa resenha é, tudo foi real ou apenas uma invenção? Muitos consideram possessões como casos de esquizofrenia ou doenças mentais mais graves, mas seria possível todos os relatos, casos e danos serem causados por um ser tão pequeno e infantil? Contradições a parte, você acreditando ou não isso aconteceu e foi documentado, mesmo não tendo religião certa, apenas a devoção ao espiritismo acredito que tudo pode acontecer, se nós reencarnamos, porque serem ruins não podem possuir você?
   Ganhei o exemplar da DarkSide para o meu outro blog, onde já tem RESENHA detalhada também (é diferente desta) e mostrei o que chegou com o livro, vela, ecobag e correntinha de cruz, só conferir lá. Sobre a edição eu achei maravilhosa, a capa mostra arranhões como se algo quisesse sair de dentro do livro, assim como Robbie ficou com marcas iguais em seu corpo, a cruz tanto na frente quanto a de trás que está em ponta cabeça é em relevo, dentro do livro temos o tabuleiro Ouija e a planchette como marcador, é idêntico ao Ouija real que ainda vou comprar um pra mim, confira AQUI.
   A resenha faz parte também do BEDA 2016, pois está encaixando durante este mês, fiquem de olho no blog e na nossa fanpage que terá o sorteio de um exemplar do livro, por isso a resenha foi sem toda a informação necessária, afinal se eu contar de mais vocês podem brigar e reclamar, ganhando o seu próprio exemplar tem como conferir o que comentei por cima aqui. Logo mais outras novidades da DarkSide também.
Xoxo

You Might Also Like

10 Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Fiquei bastante interessada em realizar a leitura desse livro, além do mais você se superou na resenha, está encantadora e convincente com essas fotos, impossível não o desejar.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Confesso que o gênero não é o que estou habituada a ler e nem o tema exorcismo me chama muito a atenção.
    Depois de ler sua resenha e descobrir que o livro abordará mais sobre o lado do padre frente ao ato e que é bem cansativo, tenho certeza que no momento essa leitura não é para mim.
    Quem sabe num futuro distante eu mude de opinião.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. OI!!

    Confesso que há muito tempo esse livro e outros do mesmo gênero estão na minha lista, entretanto nunca tenho coragem suficiente para ler, afinal nem filme de terror vejo. Por fim, gostei da sua resenha, da questão da fé, de analisar tudo e refletir, analisar e argumentar através dos pontos positivos do livro. Obrigada pela dica e ainda irie ler. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Então, acabei de ler esse livro e achei mais ou menos. leitura meio cansativa justamente pelo excesso de informações burocráticas.
    Quando chegava na parte interessante, durava pouquíssimo.
    Só do meio para o final do livro que teve realmente o exorcismo.
    Mas a mo a Darkside.
    Paciência!
    huhuahuahuahuhu

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. No momento não estou lendo esse ge^nero, mas daqui a pouco retorno, eu sou de fases. Vou deixar essa dica anotada aqui e sei que com certeza vou ficar com medo durante a história.

    Beijinhos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  6. Adoro as capas e a qualidade dos livros da Darkside mas tem alguns livros que não me aventuraria em ler. O Exorcismo é um deles. Se o filme já me deixou nervosa, imagina o livro que tem mais detalhes não é mesmo? Acho que tudo varia de acordo com o momento que você está e no momento tenho lido mais fantasias então vou deixar a dica passar. Parabéns pela resenha e pelas fotos, ficaram ótimas!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Hey!
    É uma pena que a leitura tenha sido exaustiva em alguns momentos, mas fico feliz que tenha gostado de ler o livro.
    As edições da Dark Side são sempre maravilhosas, tenho dois livros deles e eles são meus queridinhos da estante!

    Beijos... Samantha Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  8. Acredito que muitas pessoas tenham comprado esse livro achando que era o romance de ficção hahaha. A edição parece ser linda, muito bem cuidada como sempre, mas confesso que a história não me chama muito a atenção, não curto muito não-ficção e já li o livro de William Peter Blatty, que inclusive gostei muito :)

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Kammy, sua linda, tudo bem?
    Confesso que depois que vi o filme fiquei muito impressionada e com medo mesmo. Por isso não tenho coragem de ler esse livro. Mas para quem é mais corajoso do que eu, parece ser uma leitura bem real e que vale a pena. A editora como sempre arrasou na edição.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Blogs Brasil

Editoras

Flickr Images

FOLLOW @KAMMYKRYSTHIN

FOLLOW @SECRETMAGICBLOG