Resenha #6 - Insaciável de Meg Cabot

outubro 02, 2014

Insaciável

Outro livro novamente lido, já que o li pela primeira vez em 2012, acho que agora depois de alguns anos fiquei mais rigorosa em leitura, romances clichês e contos muito imaginários não me encantam mais, ainda assim reli para poder avaliar novamente agora no blog, primeiro livro da Meg que peguei pra ler, aqui está a resenha de Insaciável.


DADOS OFICIAIS
Saga Insaciável
Livro 01 



Sinopse:Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

OS TEXTOS A SEGUIR CONTÉM SPOILERS SOBRE O LIVRO.

Resenha no Skoob e modificada para o Blog.
(Livro relido e reavaliado)

Drácula na Vida Real? 

Meena é aquelas tipicas heroínas que quer ficar sozinha pra sempre, ou até achar um cara certo que a ame, depois de um fracassado relacionamento ela tenta ao máximo ficar longe de encrenca, o que é impossível já que ela pode prever quem vai morrer, mais conhecida como vidente pelos Palatinos, uma organização católica que mata e destrói vampiros e monstros, ai que o livro fica interessante, sua vizinha chata e perseguidora a chama pra um jantar e ela tentando fugir é forçada a ir, depois de tanto negar, lá ela encontra um cara sedutor e misterioso, o mesmo que a salvou do ataques de morcegos perto de uma igreja, sendo que o ataque era pra ele não pra ela. 
Lucien Antonescu o cara sedutor e misterioso que se aproximou da garota tímida que guarda um segredo, é tão cômico como ele acha que ela sabe que ele é vampiro, o que na verdade é que ela odeia vampiros, tanto na vida real do que nas telas, mas tanto que ela odeia que acaba dormindo com ele no primeiro encontro, o que me pareceu muito fácil da parte dela, mesmo ele sendo lindo e sedutor, bobona como todas sempre são, ela se apaixona e deixa ele a morder, não uma, mas várias vezes. Chega o caçador, que também é uma tentação de homem, Alaric o caçador de vampiros, meio clichê não acha? Pois bem, ele e o irmão tentam afastá-la do cara errado que quer transformá-la em vampira pra ficar com ele o resto da eternidade, nesse meio tempo ela continua prevendo mortes e chamando a atenção do perigo, o que é engraçado, afinal ela quer se manter longe da confusão, sendo que ela é o imã pra confusão. 
O irmão dela é a figura comédia do livro, ele é tão desligado que nem pensa que a irmã está sendo usada pelo vampiro, só pensando em entrar pra Palatina e ser um caçador de vampiros, pensando que é fácil, isso deixa o livro tão louco que cada vez que ele aparece você já se prepara pra rir. O trabalho dela é tão... Chato que dá sono, usada e abusada pelos donos da série ela escreve pra ele o que vai ao ar, e agora eles decidiram que querem vampiros na tela, o que ela odeia - e esta tendo um caso com um, mas a surpresa enorme é quando descobre que pode ser verdade o que eles disseram pra ela sobre vampiros serem maus, o que demorou pra perceber, só depois de vários corpos de garotas mortas sem sangue aparecerem na cidade e a amiga grávida dela ser sequestrada pelo irmão do seu namorado vampiro, também um vampiro, aquele que quer tirar Lucien do cargo de chefão do mundo vampírico, ai ela tem o dilema de fugir com seu mocinho/vilão ou salvar sua amiga e a humanidade do mal, como sempre ela decide a parte mais difícil e vai salvar o mundo, lá ela descobre que a vaca que é colega de trabalho dela é vampira e que tudo não passou de uma armadilha pra trazer Lucien pra cidade, toda forte ela enfrenta a todos e quando seu salvador chega ele vira um dragão descontrolado e quase a mata junto com todos os seus amigos, o bonzinho virou mal. O caçador gostoso a beija antes de desmaiar de agonia, ela vê o namorado botar fogo na igreja e seu irmão ser a besta pra atirar na pessoa errada, tão figura. 
O livro é tão cômico que você pensa em novela mexicana, não cheguei a ler outros livros da Meg, mas não vou julgar os outros por este mesmo motivo, só que essa diferença de escrita leve ao mesmo tempo tentando ser mais hot não deu certo, misturando todos os mitos e comédias toscas para chamar a atenção com o casal de opostos ficou clichê, mas este chega a ser melhor do que a continuação que decai mais pontos. 
Pretendo ler outros da Meg ao qual recebi bastante elogios a respeito das outras obras, mas este não é um dos seus melhores livros, pra quem gosta de fantasia e romance deve gostar da imaginação criativa de Cabot nesses dois livros.


Amanha estarei a postar a resenha do segundo e ultimo livro a saga, logo mais irei apresentar Hex Hall, uma trilogia encantadora.
Xoxo

You Might Also Like

0 Comentários

Popular Posts

Blogs Brasil

Editoras

Flickr Images

FOLLOW @SECRETMAGICBLOG

Subscribe